loader

A grande maioria dos Clouds Escaláveis do mercado, também praticam o modelo Pay-per-use, ou seja, você paga somente o que utilizar. Esse modelo está cada vez mais sendo usado pelas empresas, tanto pelo benefício do custo quanto da escalabilidade. Vemos abaixo um vídeo da SaveInCloud Jelastic explicando muito bem esse conceito:

Recursos dos Cloud Escaláveis

Vamos tomar como base os termos Cloud tradicional (aquele que não permite escalar automaticamente, como um VPS, um Cloud tradicional do mercado, um servidor físico dedicado) e o Cloud Escalável (o que permite escalar de forma automática os recursos e normalmente te cobra pelo uso). No Cloud tradicional, você compra os recursos de CPU, Memória, Disco e rede de forma fixa. Ele te limita ao recurso contratado, e você não poderá ultrapassar esses limites, a não ser que faça o upgrade para plano superior (Cuidado, muitas vezes eles não permitem downgrade, ou seja, se você precisa utilizar mais recursos por um período, pode ser que não consiga voltar ao plano anterior). O que ocorre na prática:
  • Uso de memória e CPU: com base em muitos cases analisados de clientes de cloud, 10% da capacidade do servidor de memória e CPU são usados fora do horário comercial, 25% em horário comercial, e alguns picos de uso de 80-90% por alguns segundos, devido a algumas requisições pesadas que ocorrem eventualmente.
  • Uso de Disco: na maioria das vezes, os clientes compram o espaço com bastante folga, usando em média 40% do espaço total (por segurança).
  • Uso de Banda: ocorre comportamento similar a memória/cpu.
Conclusão, na prática, em uma semana de 168 Horas, utilizamos:
  • 44 horas 10% dos recursos de MEM/CPU/Banda
  • 120 horas 25% dos recursos de MEM/CPU/Banda
  • 4 horas picos de 80-90% de MEM/CPU/Banda
Dificilmente um ambiente tradicional consegue operar com 80 a 90% da capacidade sendo utilizada a todo momento. Se isso ocorrer, possivelmente o ambiente vai experimentar momentos de instabilidade e lentidão, por muitas vezes até fora do ar. Portanto, manter os recursos com folga, é algo normal para o pleno funcionamento. No Cloud Escalável (considerando os que são automáticos apenas), você consegue configurar cenários completamente diferentes, como por exemplo:
  • CPU: Assinar 2Ghz de CPU de maneira constante (reservada), mas com limites de até 10Ghz.
  • Memória: Assinar 1G de forma constante para seu sistema, mas limitar a picos de 4G.
  • Banda: Aberta. Você só paga o trafego que utilizar, e dessa maneira, você evita possíveis lentidões por limitações de sua banda.
  • Disco: Aberto. Você só paga pelo uso.
Portanto, no modelo de Cloud Escalável Automático, você consegue ter configurações muito mais flexíveis, que se bem configurados, representarão uma estabilidade para seu ambiente com um custo bem interessante.

Cloud com Preços Escaláveis

Neste tópico, vamos abordar como seria a composição dos Preços dos dois modelos de negócio. Representamos nas imagens abaixo os preços de um Cloud Escalável Automático (SaveInCloud Jelastic) e um Cloud Tradicional. O vermelho é o que você estaria pagando por cada um deles.

Cloud Escalável - Comparação

Na prática, você pode ter os mesmos recursos de Servidor, porém, no modelo tradicional (gráfico da direita), você paga mesmo se não utilizar, e no Escalável (gráfico da esquerda), você paga somente pelo que utiliza.

Conclusão

Perceba que a diferença de preço pode ser enorme. Será mesmo que vale a pena você ter um custo fixo com o cloud tradicional, vps, servidor dedicado, colocation? Muitas vezes encontramos empresas resistentes a essa mudança, pelos mais diversos motivos. Mas o mercado está cada vez mais competitivo, no qual empresas inovadoras, ágeis e dinâmicas estão conquistando seu espaço, e com certeza a tecnologia na nuvem adotada pode ser um fator determinante. Inicie um teste de 14 dias sem custos com o Cloud Escalável Jelastic da SaveInCloud.

Deixe uma resposta

O seu endereço de e-mail não será publicado. Campos obrigatórios são marcados com *

Open chat