loader
banco de dados MySQL

Diferenciais, vantagens e desvantagens do banco de dados MySQL em nuvem

Ao longo do tempo, o banco de dados MySQL se tornou muito popular pela sua versatilidade, praticidade e atualizações que aprimoraram seu desempenho, quanto pela alta performance. 

Para falar mais sobre o assunto, convidamos o especialista Back-End, Rafael de Pieri, que possui mais de 12 anos de experiência, para tirar dúvidas e compartilhar com a SaveinCloud, seu ponto de vista sobre os diferenciais, vantagens e desvantagens do banco de dados MySQL na nuvem, além de como podem solucionar questões do seu sistema.

Vantagens e desvantagens de utilizar o banco de dados MySQL

Para Rafael, as vantagens mais relevantes deste banco são a portabilidade, que permite rodar o MySQL no Windows, Linux, MAC e entre outros. Dos mais conhecidos aos que iremos conhecer. Além de rodar nos principais provedores de nuvem de serviço como a Amazon, o Google Cloud, a Azure, e também na SaveinCloud.

Confira também: Linux ou Windows para execução do banco de dados MySQL? Qual a melhor alternativa?

O especialista reforça que a performance do MySQL na versão 5.4 foi trocada a engine e por isso as transações não são mais blocadas por tabelas, mas sim por registros nas tabelas, possibilitando assim alta performance

Antigamente, existiam muitos relatos ligado ao lock no uso de MySQL e isso foi encerrado com a questão do ANDB. Desde então, todas as releases do MySQL tem como principal foco a performance visando melhorar a capacidade de processamento. 

Também foi adicionado na versão 5.4 mecanismos como o buffer pool, para melhorar o gerenciamento da memória utilizada no tráfego de dados que o MySQL fornece para quem deseja realizar consulta ou inserir dados. O que também foi levantado por Rafael, é o fato do banco de dados MySQL ser muito prático, possibilitando subir no servidor em poucos minutos e ainda possuir uma documentação extremamente rica.

Confira também: Existem versões ideais de MySQL para cada questão ou devo optar pela mais recente?

Em toda ferramenta que irá definir, como sendo característica da sua nova aplicação, é importante analisar a documentação e como ela se comporta no mercado – se tem bastante grupos e fóruns de discussão – para que você não seja apenas mais um utilizando uma ferramenta que mais ninguém utiliza e nem discute sobre, e dessa forma seja melhorada continuamente.

Antigamente, este banco de dados tinha problemas de performance e hoje é um banco conhecido por alta performance gerando outros oriundos, como o Aurora que é basicamente um fork da solução. Sobre este assunto, você pode conferir no blog da SaveinCloud como fazer a configuração de Cloud MySQL e MariaDB para Alta Performance, clique aqui

Outra questão importante ressaltada pelo especialista, é o fato do MySQL ser Open Source, regido pela GPL (General Public License), de forma gratuita e proporcionando engajamento. Um ponto importante da comunidade em questão que busca aperfeiçoar, trazer novos plugins, novas soluções e visando a evolução do banco de dados. 

Mais um ponto relevante é a variedade de linguagens que se conectam com o banco de dados MySQL. Se você possui uma aplicação Java, PHP, Python, Delphi, ou outra, Rafael afirma que com certeza terá um driver super fácil para você utilizar e se conectar ao banco de dados. Além de possuir mecanismos super importantes de segurança como Open SLL, que você consegue aplicar usando certificado, para que melhore a capacidade de segurança do seu banco de dados. Você pode contar também com o gerenciamento de rules e outras questões mais a nível de autorização.

Como conectar o MySQL com o Workbench

Realizar essa conexão é um processo muito simples. De acordo com o especialista Rafael Pieri, basta você ter o host do seu banco de dados, que é o endereço da onde está hospedado, que pode ser na nuvem ou local – se for a última opção será localhost – a porta sempre padrão 3306 no MySQL, o usuário e senha. 

Os principais erros de conexão com o servidor MySQL

Geralmente o problema está em torno da não configuração adequada da sua conexão. Os principais erros de conexão, segundo o especialista, são: 

  • Credenciais incorretas, ou seja, você está tentando acessar um recurso com credenciais que não permitem acesso; 
  • Banco de dados corrompido, basicamente você acessa corretamente  só que por algum motivo se encontra inoperante. Sendo assim é necessário averiguar o seu servidor, analisar o que aconteceu e por que o banco de dados não está rodando de forma adequada. 

Rafael recomenda também que contenha no banco de dados um backup para que caso aconteça algum problema de corromper os dados, consiga ter um outro local físico, uma cópia exata do que foi perdido. Sempre preze também pela replicação de dados, um recurso que a SaveinCloud oferece através de um único clique no console.

Confira também: Qual a diferença entre Cluster e Replicação de Banco de Dados Cloud MySQL e MariaDB:

Principais causas de instabilidade entre aplicação e banco de dados

De acordo com o especialista, existem duas principais causas de instabilidade, a primeira é a falta de índice. Você realiza uma consulta para um determinado banco e determinado atributo fazendo filtro e esse filtro usa um atributo que não está indexado corretamente. Nesse cenário a probabilidade de lentidão é maior na busca de dados e consequentemente isso pode acarretar na deterioração da aplicação.

O segundo ponto, está relacionado a abrir uma sessão no banco de dados e não encerrar.  Sempre crie ambientes adequadamente para as tabelas baseadas nas consultas que irá fazer. Uma observação válida para melhor desempenho do seu sistema também é não exagerar em índices porque eles também impactam negativamente na inserção de dados ou atualização. Em suma, índices bem resolvidos e sessão bem gerenciada pela aplicação podem garantir maior robustez para o seu sistema, diz o especialista.

O uso do Galera, está disponível no Maria DB que é um fork do MySQL, mas também um mecanismo de abstração de dados que ao adicionado ao MySQL, ele possibilita que vários  servidores do banco de dados sejam organizados de uma forma interligada, onde cada máquina é conhecida como um nó dentro do cluster. Dentro desse cenário, ele possibilita uma alta disponibilidade além de uma escalabilidade sem limites.

Com os novos nós, é possível adicionar a opção de escalar horizontalmente, possibilitando adicionar novas máquinas para que nossa capacidade de performance  e disponibilidade seja aumentada na nossa solução de banco de dados. Uma opção simples de se aplicar, quando configurado através da plataforma SaveinCloud.

Soluções SaveinCloud 

A SaveinCloud oferece ambientes clusterizados, extremamente simples de executar e fácil de configurar. Se você acessar a plataforma via console irá perceber as diversas formas de clusterização com várias máquinas oferecendo tanto a escrita quanto a leitura dos dados no seu banco de dados.

A clusterização é um requisito obrigatório quando nós estamos falando de aplicativos de produção altamente carregada, exatamente para garantir alta disponibilidade e alto desempenho. Quando estamos nos referindo a esses dois atributos que sua aplicação precisa ter, a clusterização é fundamental.

Em outras plataformas não é algo tão simples de executar, mas a SaveinCloud facilita isso com um único clique. No painel da plataforma é visível a opção de auto-cluster, quando selecionada esta opção, automaticamente cria um ou mais nós no seu ambiente para trazer alta disponibilidade.

Existem também opções de esquema MySQL que podem solucionar questões de redundância de dados, manter o ambiente saudável e garantir alta disponibilidade, por meio do Master Primary, Master Secundary e Galera

O Master Primary, por exemplo, é quando você tem uma máquina de escrita e uma máquina de leitura e ali dentro a o insource, responsável por fazer toda a replicação, proporciona o engine que pega todos os dados do all center. Ele copia toda a informação que está contida e as informações que são realizadas e repassa para a segunda máquina.

Na SaveinCloud você paga apenas pelo o que consumir e em Real brasileiro (R$). Livre de oscilações cambiais, fidelidade de contratos e tempo mínimo de permanência.

precificacao-saveincloud

Ficou curioso para conhecer nossa plataforma? Teste GRÁTIS por 14 dias!

Todo o conteúdo deste site é de uso exclusivo da SaveInCloud. Proibida reprodução ou utilização a qualquer título, sob as penas da lei. Saveincloud Hospedagem na Internet Ltda – CNPJ 66.925.934/0001-42

Atualização LGPD: Contratos | Políticas